sexta-feira, 27 de abril de 2012

Entre a Perplexidade e a Esperança

Alguns fenômenos nos fazem refletir sobre o sentido da existência.

A existência de sentimentos entre os animais nos deixa: (i) ou perplexos; (ii) ou esperançosos; (iii) ou ambos. Isso ocorre pelo fato de que, diante dessas manifestações de sentimento por formas de vida não humanas, entendemos que não somos a única forma de vida capaz de sentir.

* Tarra (E) e Bella (D)

Perplexos, porque tais sentimentos nos colocam diante da realidade de que pertencemos, juntamente com os animais, a um conjunto de seres conectados por um sentimento entre si e com outras espécies, o que nos leva a redimensionar a nossa apreciação de exlusividade acerca de nós mesmos, humanos.

Esperançosos, porque, se sentimentos são atributos comuns a várias espécies, tal fato nos sinaliza que todos os seres estão ligados psiquicamente a uma mesma fonte originária – quer tenhamos consciência disso ou não, quer aceitemos ou  rejeitemos tal axioma.

--
* Tarra, a elefanta, e Bella, a cadela, eram amigas inseparáveis, até que coiotes mataram Bella. Os cuidadores da reserva ficaram perplexos quando souberam que Tarra havia resgatado o corpo de Bella.
Fonte da imagem: "The most unlikely Valentine's couples... in the animal world" - The Week


Paradise - Coldplay



Link curto pra este post:
http://is.gd/sentiman
#Espalhaí !!
blog comments powered by Disqus

CEH-RJ

CEH-RJ
Venha Planejar a Nova Sociedade Conosco - Centro de Estudos Humanistas do RJ

CMEH II Simpósio out 2010


www.worldsymposium.org
Estude Inglês
Estude Espanhol

Clique para enviar e-mail:
Loading...

Encyclopedia Mythica

Philosophia Perennis

Tráfego