quinta-feira, 19 de junho de 2008

Greve de fome mundial contra a "guerra nas estrelas"


Boletim nº 2

22 de junho: Dia Internacional de Greve de Fome Contra o projeto “Star Wars” ("Guerra nas Estrelas")


15 de junho de 2008
Caros amigos,

Jan Tamas e Jan Bednar, depois de 21 dias, suspenderam suas greves de fome no dia 2 de junho, mas ela continua de forma coordenada na República Tcheca, com a participação de políticos, cientistas, artistas etc.

Eis a vídeo-mensagem de Jan Tamas:

http://nenasili.cz/en/1527_video-message-from-jan-tamas-lets-expand-our-protest

Para dar ainda mais força a este grande protesto não violento, estamos lançando um Dia Mundial de Greve de Fome, no dia 22 de junho, propondo a todos um gesto simples, mas significante: não vamos comer por um dia para nos opormos à Guerra nas Estrelas e dizer aos poderes mundiais: "Parem de alimentar a máquina de guerra e comecem a alimentar as pessoas!"

É escandaloso que um bilhão de dólares sejam destinados a gastos militares, enquanto, mediante uma escolha diferente, este dinheiro poderia resolver os problemas de fome, falta de educação e problemas de meio ambiente do mundo.

No site:

http://nenasili.cz/en/1494_worldwide-hunger-strike-22th-june-2008

qualquer um que queira participar no dia 22 de junho pode enviar sua foto e escrever um breve comentário (em qualquer língua).

Se você quiser organizar algo na sua cidade ou subscrever-se à campanha, ou se quiser maiores informações, acesse:

http://nenasili.cz/en/1504_contacts-us

http://nenasili.cz/en/1081_campaign-in-the-world

Na Itália, Giorgio Schultze, porta-voz da Regional Humanista Européia, começou uma greve de fome no dia primeiro de junho e suspendeu-a no dia 13 de junho em Bruxelas, onde, juntamente com Jan Tamas, encontrou-se com Luisa Morgantini – Vice-Presidente do Parlamento Europeu – e vários outros MPEs (membros do Parlamento Europeu). No dia 9 de julho, haverá um encontro e uma conferência de imprensa em Estrasburgo com outros MPEs contrários ao projeto Guerra nas Estrelas, e Giorgio apresentará as assinaturas colhidas pela petição on-line: Uma grande oportunidade para redobrar nossos esforços e atingirmos 200.000 assinaturas!

Giorgio Schultze e Jan Tamas participarão do Fórum Humanista Europeu ("A Força da Não-Violência") em Milão, Itália, nos dias 17, 18 e 19 de outubro, quando serão palestrantes convidados no painel sobre desarmamento. Para maiores informações, veja o web site do Fórum:

www.humanistforum.eu e faça o download do bolteim mensal aqui:

Boletim:

http://www.humanisteurope.org/europeanhumanistforum/download/English/Newsletter/newsletter1_ENGLISH.pdf 

O boletim também está disponível em francês, espanhol e italiano.

No dia 22 de junho, nos EUA:

http://nenasili.cz/en/1481_world-wide-hunger-strike-on-june-22-building-in-the-us

Vídeo sobre a “Guerra nas Estrelas” – versão compacta de 10 minutos:

http://www.youtube.com/watch?v=-2NN_1ihgEs&feature=user

Versão de 20 minutos:

http://video.google.com/videoplay?docid=-6985757020278142423&hl=en

Outras informações: http://nenasili.cz/en

Apóie esta campanha avisando os seus amigos na sua cidade, as organizações e a mídia. Somente com a ajuda de todos poderemos mudar o futuro; um futuro que hoje em dia está nas mãos de algumas poucas pessoas inescrupulosas e ensandecidas pelo poder.


Tony Robinson
info@europeforpeace.eu
http://www.nonviolence.cz

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Assine contra a "guerra nas estrelas" dos EUA

Vá até o site abaixo e apoie esta campanha contra a construção da base americana na República Tcheca e o lançamento do "escudo espacial" ("guerra nas estrelas") dos EUA. O mundo precisa de 500 mil assinaturas antes do fim do mandato do atual presidente (Republicano) dos EUA, para forçar o parlamento tcheco a convocar a população em referendo, para aprovar ou não o projeto. Sessenta e oito por cento da população são contra o projeto. Veja na imagem abaixo como assinar, quando chegar ao site (clique na imagem para ampliá-la e ver como se preenchem os campos, caso vc só entenda português):

Endereço do site: http://petice.nenasili.cz/index.php?lang=es

Há opção de várias línguas no site, mas aqui está a tradução para o português.

Tradução do site em português

“Não estou de acordo com a instalação de bases militares dos EUA no território da República Tcheca, como parte do projeto DMN (Defesa Nacional contra Mísseis). A implementação deste projeto está aumentando as tensões internacionais, gerando uma nova corrida armamentista, e é o primeiro passo em direção à militarização e o controle do espaço. Já que mais de dois terços da população tcheca são contra este projeto, considero que o mais justo é que a população tcheca tenha direito de decidir sobre tão importante questão, através de um referendo.”

Declaração

O projeto DMN dos EUA é um sistema de mísseis de defesa muito complexo que implica a produção de novas armas e a instalação de bases militares dos EUA em diferentes partes do planeta. Particularmente, na Europa, o primeiro passo é a instalação de um sistema de radares na República Tcheca, assim como uma base para interceptação de mísseis na Polônia.

Este plano dividiu a Europa, que até o presente momento não tem sido capaz de dar uma resposta unitária, coerente e não-violenta às políticas agressivas dos EUA. As reações da Rússia e da China criaram uma atmosfera de “guerra fria”. As tensões internacionais estão aumentando e a louca corrida armamentista (tanto convencional como nuclear) se reiniciou. E, o mais grave, as bases estão sendo instaladas para militarizar e controlar o espaço. Mais de dois terços da população tcheca é contra a instalação das bases militares dos EUA em território tcheco. Apesar disto, os governos tcheco e norte-americano continuaram suas negociações, que estão, neste momento, chegando a sua fase de conclusão.

A população declarará que qualquer contrato que o governo tcheco assine com o governo norte-americano, a respeito do projeto de instalação de bases militares dos EUA em território tcheco, não terá nenhum valor legal. Desta maneira, os tchecos não se sentirão de nenhuma maneira atados a nenhum compromisso. O respeito formal pelas leis que foram aprovadas pelo Parlamento com uma maioria relativa não é suficiente para considerar que se trata de uma democracia real. Quando o governo toma uma decisão que vai claramente contra a maioria de seus cidadãos, este não é representante nem do espírito nem da mais profunda essência da democracia.

O governo dos EUA deve entender claramente que não está dialogando com o povo tcheco, mas sim com uma minoria que não representa a maioria dos cidadãos tchecos. Por este motivo, nenhum acordo terá valor legal. Nossos amigos norte-americanos devem entender claramente que as políticas do seu governo estão gerando um crescente sentimento de “antiamericanismo” que nunca antes esteve presente na cultura tcheca e que, deste modo, a única coisa que conseguirão com suas políticas agressivas é que elas se voltarão contra eles próprios. Sabemos que já começou uma ação não-violenta para boicotar produtos americanos, e que este fenômeno pode se estender para além das fronteiras da República Tcheca.

A maioria dos tchecos não quer bases militares estrangeiras em seu território. A maioria dos tchecos quer decidir por si mesma sobre estes problemas, através de um referendo: um instrumento fundamental em qualquer democracia.

Jan Tamás
Movimento não-violento contra as bases dos EUA na República Tcheca

Dana Ferminová
Europa pela Paz

Movimento Humanista – spain@europeforpeace.eu
Design e codificação: profiimage & hot-ice.eu

CEH-RJ

CEH-RJ
Venha Planejar a Nova Sociedade Conosco - Centro de Estudos Humanistas do RJ

CMEH II Simpósio out 2010


www.worldsymposium.org
Estude Inglês
Estude Espanhol

Clique para enviar e-mail:
Loading...

Encyclopedia Mythica

Philosophia Perennis

Tráfego